imagem1

Quando fazer Psicoterapia?

Alguns sentimentos ou acontecimentos, por vezes, parecem nos incomodar além do suportável. Passam a atrapalhar nossa rotina, interferem no modo como nos relacionamos com as outras pessoas, nos tiram a motivação para a realização de tarefas que antes pareciam agradáveis.

Ansiedade / crises de pânico (muito comuns nos dias de hoje), depressão, problemas no relacionamento conjugal, profissional ou familiar, fobias (social, de lugares fechados, de aglomerações…),  TOC,  ciúmes em excesso, transtornos alimentares (bulimia, anorexia, obesidade),  somatizações são alguns dos motivos pelos quais os pacientes frequentam nossos consultórios.

Mas há muitos outros.  O término de um relacionamento, a perda de uma pessoa querida, o nascimento de um irmão, a separação dos pais, ou mesmo algum acontecimento em nossa rotina que nos proporcione um nível de stress acima do suportável. Os motivos são muito pessoais, são únicos, uma vez que o que nos afeta não necessariamente afeta ao outro.

Então, nesses momentos, torna-se necessária a atuação de um profissional que nos auxilie a minimizar nosso sofrimento psíquico e a encontrarmos equilíbrio emocional suficiente para lidarmos com as adversidades que  vida nos impõe.

Por: Teresinha Seraggi